Como agregar valor a sua marca através do Inbound Marketing

Você já deve ter ouvido falar sobre o “velho” marketing, certo? Aquele que te empurra serviços e/ou produtos de forma invasiva e inconveniente, com anúncios por todos os lados, torcendo para atingir alguém, com uma proposta de massa, mais quantitativa do que qualitativa. 

Mas, e o marketing de atração? Já ouviu falar? Também conhecido como inbound marketing, ele é focado no relacionamento e oferece conteúdo de qualidade para fisgar a atenção do potencial cliente de maneira mais assertiva possível. 

A diferença entre esses dois tipos de marketing, como já podemos perceber, é bem nítida. Enquanto um te oferece qualquer técnica imediata, onde o objetivo é persuadir os usuários para gerar um clique imediato, o outro visa construir um relacionamento ao longo do tempo, fortificando o conhecimento de marca e oferecendo aos seus prospects o conteúdo e informação que estão procurando. 

Inclusive, um estudo feito pela The Tuck School of Business em conjunto com a Universidade de Nova York e a Wharton School da Universidade da Pensilvânia, concluiu que os anúncios mais agressivos tiveram um desempenho bem ruim em comparação com métodos mais passivos.

Em tempos onde tudo é feito, praticamente, no digital, as relações estão em constante mudança, assim como o perfil do público. O potencial cliente está muito mais ativo e conectado e, agora, parte dele a iniciativa de buscar o que precisa, seja um produto ou serviço. Então, estar em sintonia com essas pessoas é fundamental, certo? O inbound marketing, hoje, te proporciona isso e muito mais. Agregar valor à sua marca, aqui, é criar um conteúdo cativante e relevante para impactar positivamente quem mais te interessa. 

Mas, como fazer isso? Como atingir as pessoas certas? Antes mesmo de criar um conteúdo é preciso conhecer bem o seu público e, para isso, existe a Criação da Persona. Isso faz com que os erros na comunicação diminuam e as chances de atingir as pessoas certas e dar resultados positivos sejam bem maiores.

Por isso, quando falamos que o Inbound Marketing é um relacionamento entre a empresa e o cliente, é a mais pura verdade. É preciso traçar o perfil do potencial cliente antes mesmo de produzir o conteúdo, pois como atingir alguém sem antes mesmo conhecer a fundo quem se deseja impactar? 

Ao contrário do marketing agressivo, onde a divulgação dos conteúdos oferecidos é bem mais – adivinhe – agressiva, no Inbound fornecemos aos usuários e potenciais clientes algo de valor para conectá-los às marcas certas. Uma das formas mais reconhecidas e eficazes é a de criar um blog em seu site, oferecer materiais gratuitos, como e-books, e a nutrição de e-mails para disseminar esses conteúdos.

No inbound existem diversas técnicas, entre elas o SEO (Search Engine Optimization), responsável por dar maior visibilidade à sua empresa. 

A otimização de conteúdos através do SEO faz com que haja um encontro entre um potencial cliente, que possui um problema, uma dor, e a sua empresa, que possui a solução. E, diferente de fazer Links Patrocinados, onde se paga para aparecer nos primeiros resultados, esta ação possibilita que a sua empresa e serviços apareçam nas melhores posições do Google, organicamente, aumentando as chances do cliente clicar no seu link e fechar negócio. 

Mas, para que essa parceria entre Inbound Marketing e SEO seja perfeita, é preciso produzir conteúdos de uma forma relevante, significativa e que seja a melhor solução para aquilo que o usuário está buscando na internet. 

Além disso, fornecer ao seu usuário a melhor experiência possível ao acessar o seu site, também é algo essencial para alcançar bons resultados. Muitas empresas parecem se esquecer que, em tempos modernos, o acesso mobile tem tanta relevância quanto o acesso desktop. Não adianta investir em um conteúdo excelente, se ao abrir o site ou blog pelo celular o site não carrega ou o conteúdo não é apresentado da melhor forma possível. 

Outro fator tão importante quanto os citados anteriormente, é a pós-vendas. Muitas empresas, quando veem as conversões, ficam satisfeitas e simplesmente encerram a conversa com o cliente assim que a compra é feita. Não cometa esse erro! Por mais que o foco de tudo seja a conversão, sabe aquela frase “quando o mel é bom a abelha sempre volta”? Então, é o trabalho da pós-venda que trará o seu cliente de volta, é isso que irá fidelizá-lo e motivá-lo a fazer mais negócios com a sua empresa. 

O relacionamento deve ser mantido para que você não corra o risco de perdê-lo para um concorrente mais dedicado e, é nessas horas, que entra a automação de e-mail marketing. Após um primeiro contato com a sua empresa, a automação irá nutrir esse cliente com conteúdos relevantes e que agreguem valor à sua empresa,  possibilitando estabelecer um relacionamento duradouro, com mais engajamento.

Uma outra forma de disseminar seus conteúdos e manter seus clientes engajados e felizes é por meio de um contínuo engajamento nas mídias sociais. Após seguir as práticas de SEO, os conteúdos podem e devem ser promovidos através das redes sociais, assim é possível alcançar o público com mais efetividade, além de mostrar seus diferenciais e incentivá-los a visitar o seu site, pois não necessariamente quem te segue é seu cliente.

Além disso, quando uma ação atrai um certo tipo de público, é possível criar listas de públicos personalizados para serem usadas em links patrocinados. Assim, é possível atingir ainda mais o público certo quando se faz uma campanha paga e atrair ainda mais pessoas. 

A verdade é que não tem mistério. Agregar valor à sua marca através do Inbound Marketing é um trabalho árduo, mas muito gratificante! Se quiser saber mais, fala com a gente! Atendemos o Brasil inteiro.

Postado por

Deixe uma resposta